Mundo

Na Colômbia, prefeita de Bogotá se casa com senadora da oposição

Ex-senadora, Claudia Lopez é a primeira mulher a ocupar a principal prefeitura da Colômbia; "obrigada à vida por este ano maravilhoso", escreveu ela

Claudia López, prefeita de Bogotá, e Angélica: "casei com o amor da minha vida" (Twitter/Reprodução)

Claudia López, prefeita de Bogotá, e Angélica: "casei com o amor da minha vida" (Twitter/Reprodução)

A

AFP

Publicado em 17 de dezembro de 2019 às 12h30.

Última atualização em 17 de dezembro de 2019 às 12h51.

A prefeita eleita de Bogotá (Colômbia), Claudia López (centro esquerda), se casou nesta segunda-feira (16), com a senadora da oposição Angélica Lozano.

"Prometo lhe honrar e amar por toda a minha vida! Obrigada à vida por este ano maravilhoso: fiz doutorado, conquistei a prefeitura e casei com o amor da minha vida!" - escreveu López no Twitter.

López, 49 anos, se casou vestida de branco, como Lozano. Ex-senadora, Lopez é a primeira mulher a ocupar, por eleição popular, a principal prefeitura da Colômbia.

Na Colômbia, o casamento LGBTQ+ é legalizado e os homossexuais têm o direito de adotar menores, sejam filhos biológicos de um dos cônjuges ou não, por decisões da Corte Constitucional.

López assumirá o mandato da capital colombiana no dia 1º de janeiro, no lugar de Enrique Peñalosa.

Acompanhe tudo sobre:BogotáColômbiaLGBT

Mais de Mundo

Brasil observa eleição na Venezuela com ‘preocupação e confiança’, diz Amorim

Eleições EUA: Doadores democratas reterão US$ 90 milhões enquanto Biden permanecer na disputa

Com ocupação de 99%, Reino Unido liberará milhares de detidos para abrir espaço nas prisões

China e Rússia organizam exercícios militares conjuntos após cúpula da Otan

Mais na Exame