Portugal luta para controlar grande incêndio em parque natural

O incêndio da Serra da Estrela deixou 24 feridos, três em estado grave
Incêndio: Portugal luta para controlar grande incêndio em parque natural (AFP/AFP Photo)
Incêndio: Portugal luta para controlar grande incêndio em parque natural (AFP/AFP Photo)
A
AFPPublicado em 17/08/2022 às 09:01.

Mais de 1.200 bombeiros lutavam nesta quarta-feira, 17, contra o incêndio da Serra da Estrela (centro de Portugal), declarado controlado na semana passada mas que recomeçou, avivado pelo vento.

Os bombeiros, apoiados por 400 veículos, aguardam a a intervenção de meios aéreos para tentar "estabilizar o fogo" antes de sexta-feira, quando a meteorologia prevê um novo aumento da temperatura, explicou o comandante da Proteção Civil, André Fernandes.

"É o caos", declarou uma moradora de Orjais, perto do parque natural de Serra da Estrela, ao falar sobre o incêndio iniciado em 6 de agosto.

"O fogo chegava por todos os lados", disse Fátima Cardoso, que viu a aproximação das chamas de sua residência na terça-feira.

O incêndio deixou 24 feridos, três em estado grave, e 45 pessoas foram retiradas da região de maneira preventiva.

O incêndio, o maior no verão em Portugal, queimou 24.000 hectares, mais de 8.000 desde segunda-feira, de acordo com os dados provisórios do sistema europeu de informações sobre incêndios.

Quer atingir a profissão mais valorizada na pandemia? Vire um "dev" com o curso de Data Science e Python da EXAME.