Portugal diz que pode conter riscos citados por Moody's

Agência de risco ameaçou diminuir nota do país devido ao baixo crescimento e alto custo de financiamento

Lisboa - O governo português disse nesta terça-feira que fará o que for possível para conter os riscos citados pela Moody's de que pode rebaixar o rating "A1" do país nos próximos três meses.

"Esse (esforço) será refletido, acreditamos, na decisão resultante da análise da Moody's no primeiro trimestre de 2011", afirmou o ministro de Finanças português em comunicado enviado à Reuters.

A agência de classificação de risco dissera mais cedo que pode rebaixar a nota de crédito de Portugal em um ou dois níveis após uma revisão, citando preocupações com as fracas perspectivas de crescimento e com os elevados custos de financiamento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também