Porto Rico declara estado de emergência antes da passagem do furacão Beryl

Especialistas preveem que ciclone de categoria 1 na escala de Saffir-Simpson, de um máximo de 5, acelere velocidade rumo ao oeste-noroeste no fim de semana

San Juan - O governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, declarou estado de emergência na ilha nesta sexta-feira devido à passagem do furacão "Beryl" pela região do Caribe e pediu que não se ignore seu perigo, após a devastação causada em setembro do ano passado pelo ciclone "María".

Em entrevista coletiva, Rosselló foi claro ao pedir à população que tome todas as medidas necessárias para se preparar para a passagem do "Beryl", furacão de categoria 1, que prossegue em direção às Pequenas Antilhas.

Nesse sentido, Rosselló disse que os funcionários públicos não terão que se apresentar nos seus postos de trabalho na segunda-feira e que as escolas também permanecerão fechadas por causa do passagem do furacão.

"Há bastante clareza de que algum tipo de evento ocorrerá em Porto Rico", advertiu Rosselló, motivo pelo qual anunciou que o Departamento de Assuntos do Consumidor (Daco) efetivará uma ordem de congelamento de preços que já entrou em vigor para os artigos de primeira necessidade.

Em relação ao sistema elétrico, Rosselló reconheceu que as chuvas e as rajadas de ventos do furacão podem provocar blecautes devido à fragilidade da infraestrutura.

"O sistema elétrico está mais vulnerável que antes de 'María', mas estamos em uma melhor posição com mais pessoal, materiais e equipamento", assegurou.

No seu último boletim, o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (CNH) informou que "Beryl" se encontra 1.555 quilômetros a leste-sudeste das Pequenas Antilhas e se desloca a 24 km/h em direção ao oeste.

O governo de Dominica já emitiu um aviso de furacão para esta ilha, onde espera-se que a partir de sábado as condições meteorológicas piorem, enquanto Martinica, Guadalupe, Saint Martín e São Bartolomeu estão sob aviso de prováveis condições de tempestade tropical.

Os especialistas preveem que o ciclone de categoria 1 na escala de Saffir-Simpson, de um máximo de 5, acelere sua velocidade rumo ao oeste-noroeste neste final de semana e continue assim na próxima semana.

Segundo um provável padrão de trajetória, o olho de Beryl "se aproximará das Pequenas Antilhas neste final de semana e cruzará a cadeia de ilhas no domingo à tarde e na segunda-feira", segundo indicaram os cientistas do CNH, com sede em Miami.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.