Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Petrobras importará mais gasolina com consumo forte

A estatal importou 1,2 milhão de barris de gasolina desde o início do ano

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

D
Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h37.

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras poderá realizar importações adicionais de gasolina para atender a demanda no Brasil se o nível de consumo se mantiver elevado como tem sido nas últimas semanas, afirmou nesta sexta-feira o diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa.

A estatal importou 1,2 milhão de barris de gasolina desde o início do ano.

Costa disse que a demanda pelo produto que concorre diretamente com o etanol continua forte, e que por este motivo as exportações de gasolina da empresa estão suspensas desde janeiro. Em média, a Petrobras exportava entre 40 e 60 mil barris diários de gasolina.

"O consumo de gasolina em fevereiro (2010) subiu 31 por cento sobre fevereiro de 2009 com a opção do consumidor pelo preço na bomba e a redução de 25 para 20 por cento da mistura do álcool na gasolina", explicou Costa.

Desde o final do ano passado o preço do etanol vem subindo como efeito indireto da alta dos valores do açúcar no mercado internacional --o que levou usinas a produzirem mais açúcar e menos álcool-- e devido ao período de entressafra no Brasil. Por isso, o governo decidiu em janeiro reduzir de 25 para 20 por cento a mistura do álcool até maio.

"Está entrando a safra (da cana-de-açúcar) agora, possivelmente deve ter alguma redução de preço e em maio está previsto o retorno dos 25 por cento", completou ao ser perguntado se haveria necessidade de mais importações.

Costa negou que a empresa tenha sido surpreendida pelo aumento de consumo de gasolina no país, afirmando que o total importado corresponde a apenas três dias de consumo e que em nenhum momento houve desabastecimento no mercado.

"Não fomos pegos desprevinos de jeito nenhum, priorizamos nas refinarias a produção de diesel que é economicamente melhor para a refinaria", disse o executivo.

Costa afirmou ainda que para a Petrobras é melhor que o consumidor opte por gasolina do que por álcool nos carros e que atualmente o consumo gira em torno dos 400 mil barris diários, contra cerca de 300 mil antes da elevação do preço do álcool.

"A decisão na bomba é do consumidor, como houve aumento muito grande do preço do álcool ele optou por gasolina, eu acho ótimo, porque eu vendo mais gasolina", afirmou, informando que a Petrobras não perde dinheiro com as importações.

Últimas Notícias

Ver mais
Justiça de Israel retoma processo por corrupção contra Netanyahu

Mundo

Justiça de Israel retoma processo por corrupção contra Netanyahu

Há 3 horas

Últimas guerras na América do Sul envolveram Argentina, Peru e Colômbia; veja lista

Mundo

Últimas guerras na América do Sul envolveram Argentina, Peru e Colômbia; veja lista

Há 3 horas

Casa Branca adverte Congresso dos EUA sobre falta de verba para ajudar Ucrânia

Mundo

Casa Branca adverte Congresso dos EUA sobre falta de verba para ajudar Ucrânia

Há 4 horas

Erupção do vulcão Marapi provoca 11 mortes na Indonésia

Mundo

Erupção do vulcão Marapi provoca 11 mortes na Indonésia

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Huawei leva tecnologia à Amazônia para preservação ambiental e inclusão digital

Huawei leva tecnologia à Amazônia para preservação ambiental e inclusão digital

Borra de café reciclada vira copo na Argentina e aditivo para concreto na Austrália
Negócios

Borra de café reciclada vira copo na Argentina e aditivo para concreto na Austrália

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais