Petrobras não conserta vazamento de gás, mas garante que não há risco

A Petrobras informou que o vazamento “é de quantidade mínima" e que não há risco de explosão ou de intoxicação dos trabalhadores

Rio de Janeiro - A Petrobras ainda não conseguiu interromper o vazamento de gás condensado na plataforma P-40, da Petrobras, no Campo Marlim Sul, na Bacia de Campos. O vazamento teve início na madrugada de sexta-feira (25), de acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF). Apesar do vazamento, as atividades na plataforma de extração de petróleo e gás prosseguem parcialmente.

O sindicato pediu à Petrobras a interrupção total dos trabalhos na unidade de exploração para que o reparo definitivo do vazamento possa ser feito, já que, segundo a entidade, a empresa está providenciando apenas consertos provisórios.

A Petrobras informou que o vazamento “é de quantidade mínima" e que não há risco de explosão ou de intoxicação dos trabalhadores embarcados. Entretanto, para o diretor do Sindipetro-NF Marcos Breda, os operários da plataforma alegam que há riscos. “Os operários entraram em contato conosco justamente para nos alertar sobre o problema e para que possamos tomar alguma medida”.

Em nota divulgada no início da noite, a Petrobras informa que o vazamento iniciado na última sexta-feira (25) foi controlado no mesmo dia. A empresa esclarece que "não se justifica a parada total da plataforma, tendo em vista que o sistema onde ocorreu o vazamento está fora de operação, para que sejam realizados os reparos".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.