Petição online contra o Brexit ultrapassa 3 milhões de assinaturas

Volume de acessos em site do governo é recorde. Página chegou a cair e registrar 2 mil assinaturas por minuto

São Paulo - Mais de 3 milhões de pessoas, através de uma petição online, solicitaram ao governo britânico que revogue o Artigo 50 do Tratado de Lisboa e que o Reino Unido permaneça na União Europeia (UE), uma espécie de "cancelamento" do Brexit.

A iniciativa, que pode ser assinada eletronicamente por cidadãos britânicos e pessoas residentes no país, ultrapassou a marca de 3 milhões na manhã desta sexta-feira, 22, um dia depois de o bloco europeu ter aceitado uma extensão para o prazo de saída do Reino Unido da União Europeia.

A petição, que começou em fevereiro, se tornou viral nas redes causando quedas no servidor do site do Parlamento durante toda a quinta-feira. Segundo o comitê de petições do governo, que monitora e organiza esses pedidos, a quantidade de assinaturas simultâneas nos últimos dias foi recorde e chegou a 2 mil assinaturas por minuto.

Petição contra o Brexit

"O governo afirma repetidamente que deixar a UE é 'a vontade do povo'. Precisamos acabar com essa afirmação demonstrando a força que o apoio público tem agora para ficar na UE", diz o texto.

De acordo com a regulamentação dos pedidos públicos ao Governo e ao Parlamento através da Internet, aqueles que atingirem mais de 10 mil assinaturas receberão uma resposta do Executivo, enquanto aqueles que excederem 100 mil serão considerados para debate.

A petição já excedeu os números e seu organizador aguarda tanto a resposta do governo quanto a opção a ser debatida, embora o resultado dessa discussão, em qualquer caso, não signifique qualquer mudança legislativa.

No entanto, o governo não parece estar indo nessa direção, já que na próxima semana tentará pela terceira vez que seu acordo do "Brexit" vá em frente no Parlamento Britânico para poder deixar a UE antes do próximo dia 22 de maio.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.