Pesquisa revela o que americanos pensam no 1º semestre do governo Biden

Dados mostram que aprovação do presidente chega a 58%, contudo, republicanos ainda veem a nova gestão como "frustrante"

Seis meses após a posse de Biden, o que os americanos têm a dizer sobre a nova gestão? Para descobrir essa resposta, a YouGovAmerica, empresa britânica de pesquisa e análise de dados, divulgou recentemente os resultados de uma pesquisa de opinião conduzida entre os dias 14 e 17 de julho nos Estados Unidos. Por enquanto, Biden ainda divide opiniões: 58% dos adultos aprovam a gestão do novo presidente, enquanto 42% desaprovam.

Apesar da falta de uma diferença mais significativa entre ambos os índices, a distância entre quem avalia de forma positiva o governo para quem o vê de forma negativa se amplia ao analisar especificamente a questão da pandemia. Em geral, dois terços dos americanos (67%) afirmam que Biden fez um bom trabalho lidando com o coronavírus.

Outro ponto que empurra a popularidade do presidente para cima é a decisão de remover as tropas americanas do Afeganistão. Ao todo, 60% dos americanos aprovaram esse ato.

O desafio de conquistar os republicanos

Apesar da aprovação de Biden ainda superar a rejeição, o presidente dos Estados Unidos tem um desafio de popularidade a ser superado quando se analisa o comportamento por partidos. Especialmente, entre os republicanos.

Mesmo com os avanços na pandemia, 67% deles ainda estão preocupados com o cenário político sob a gestão de Biden, ao mesmo tempo que 61% estão frustrados com o atual cenário. Apenas um a cada 20 republicanos afirma que o primeiro semestre foi estável.

Entre os democratas, o cenário é melhor: 55% dizem que a política é "estável" desde a chegada de Biden, 42% afirmam que o cenário político é satisfatório e 39% dizem que é inspirador.

Daqui para a frente

Entre os esforços de Biden para ganhar mais popularidade, está a perspectiva de crescimento econômico em 2021. Em uma declaração recente, o presidente americano lembrou que analistas projetam crescimento "de 7% ou mais" para este ano, amplamente apoiado na vacinação em massa e na retomada de atividades.

Ainda assim, a vacinação em massa é um desafio para o país. Atualmente, 55% da população adulta nos Estados Unidos tomou apenas uma dose e 47% já está totalmente vacinada. Ao contrário do Brasil, nos EUA há doses sobrando, mas a desconfiança em relação à vacina pode chegar a 25% em alguns locais.

Com a retomada dos negócios, há perspectivas para que a aprovação do presidente melhore ao longo dos meses. Ainda assim, uma questão permanece: a condução de Biden será suficiente para angariar aprovação dos eleitores que elegeram Trump? Só o tempo irá dizer.

  • Fique por dentro das principais análises internacionais. Assine a EXAME.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também