Paródia da primeira-ministra depois de sexo causa polêmica na Austrália

Parlamentares conservadores exigiram que as verbas destinadas à ABC sejam cortadas após casos como este, que satirizou a premiê australiana, Julia Gillard

Sydney – Uma paródia de um programa de televisão na qual dois atores representam a primeira-ministra australiana, Julia Gillard, e seu companheiro deitados nus sob a bandeira australiana após terem feito sexo gerou polêmica no país nesta terça-feira.

Esta cena ambientada no escritório da primeira-ministra é parte do novo humorístico “Em casa com Julia”, da cadeia pública ABC, e será transmitida na próxima quarta-feira.

Para o defensor da monarquia na Austrália David Flint, esta paródia na qual aparece um dos símbolos da pátria constitui uma falta de respeito “e foi longe demais”, indicou.

Na Austrália não existe uma lei contra a profanação da bandeira australiana, mas o protocolo governamental indica que esta não deve “ser pousada no chão ou utilizada para cobrir coisas (mas é permitida sobre caixões)”.

Outros parlamentares conservadores exigiram que as verbas destinadas à ABC sejam cortadas após diversos casos como este, quando vários membros do governo australiano foram ridicularizados.

Um porta-voz da cadeia afirmou ao diário Daily Telegraph que não há nada de errado em colocar uma bandeira como uma espécie de lençol improvisado, já que a cena representa “um símbolo de amor” e em muitos casos este emblema nacional foi utilizado para cobrir pessoas em diversas situações.

Em abril, a ABC teve de suspender a transmissão ao vivo do casamento entre o príncipe William e Kate Middleton, comentado por humoristas, devido às restrições impostas pela Casa Real britânica.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.