Parlamento afegão destitui ministro por questão de segurança

Maioria dos parlamentares considerou que Ghulam Mujtaba Patang foi incapaz de evitar uma piora na situação de segurança

Cabul - O Parlamento afegão destituiu nesta segunda-feira o ministro do Interior, um dos principais responsáveis pela segurança pública, num golpe para a estabilidade nacional num momento em que as forças lideradas pela Otan aceleram sua retirada.

A maioria dos parlamentares considerou que Ghulam Mujtaba Patang, que passou menos de um ano à frente do cargo responsável por uma força policial de 157 mil homens, foi incapaz de evitar uma piora na situação de segurança.

"Peço ao presidente da República Islâmica do Afeganistão que anuncie outra pessoa para o cargo", disse o presidente do Parlamento, Abdul Rauf Ibrahimi, após uma votação em que Patang teve apenas 60 votos favoráveis, contra 136 por sua destituição.

Não ficou claro se o presidente Hamid Karzai vai aceitar o resultado da votação, num momento em que seu governo tenta reforçar a estabilidade com vistas às eleições presidenciais e à retirada das forças da Otan, ambas previstas para este ano. No passado, após votações parlamentares semelhantes, Karzai optou por manter os ministros destituídos na qualidade de interinos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.