• AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
  • AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
Abra sua conta no BTG

Papa Francisco lembra vítimas de ataques em Munique e Cabul

Pontífice disse que é preciso insistir nas orações mesmo quando dificuldades parecem insuperáveis
Papa Francisco: Pontífice disse que é preciso insistir nas orações mesmo quando as dificuldades parecerem insuperáveis (Reuters)
Papa Francisco: Pontífice disse que é preciso insistir nas orações mesmo quando as dificuldades parecerem insuperáveis (Reuters)
Por Da RedaçãoPublicado em 24/07/2016 11:01 | Última atualização em 24/07/2016 11:01Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Na tradicional oração do Angelus, na Praça São Pedro, o papa Francisco lembrou hoje (24) as vítimas do ataque em um centro comercial de Munique, na última sexta-feira (22), que matou dez pessoas, e do atentado terrorista em Cabul, no Afeganistão, ontem (23), que deixou 80 mortos.

Ao rezar pelas vítimas, o pontífice disse que “quanto mais insuperáveis parecem as dificuldades e mais obscuras são as perspectivas de paz e segurança, ainda mais insistente deve se ser nossa oração”.

Em telegrama enviado ao Arcebispo de Munique, cardeal Reinhard Marx, o papa manifestou solidariedade às vítimas do ataque ao centro comercial e disse que “compartilha a dor dos sobreviventes e expressa sua proximidade no sofrimento”.

No telegrama, o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, diz que Francisco recebeu “com consternação” as notícias do ataque e que “manifesta sua profunda solidariedade a todos os que foram atingidos no atentado e agradece às forças de socorro e ordem pelo trabalho atento e generoso”.

*Com informações da Agência Télam