Papa condena 'ódio sem sentido' de atirador de Orlando

De acordo com seu porta-voz, o Papa Francisco sentiu dor e confusão "frente a esta manifestação de loucura assassina"

O Papa Francisco expressou, neste domingo, sua condenação ao "ódio sem sentido" do assassino que causou a morte de 50 pessoas em uma boate gay de Orlando, na Flórida.

"O terrível massacre que ocorreu em Orlando, que causou a morte de várias vítimas inocentes, suscitou no Papa Francisco, e em cada um de nós, sentimentos muito profundos de repulsa e condenação, de dor, de confusão frente a esta nova manifestação de uma loucura assassina e de um ódio sem sentido", informou seu porta-voz, o padre Federico Lombardi.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.