A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Palestinos não veem avanço nas negociações de paz com Israel

Negociações de paz entre israelenses e palestinos não apresentaram nenhum avanço após seis encontros entre equipes negociadoras

Jerusalém - As negociações de paz entre israelenses e palestinos não apresentaram nenhum avanço após seis encontros entre equipes negociadoras, afirmou nesta quarta-feira um alto representante palestino.

"Até agora não há sinal de que as negociações tenham alcançado algum progresso", declarou o secretário do Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), Yasser Abed Raboo, informou a agência de notícias palestina "Wafa".

Rabbo acrescentou, em entrevista à emissora de rádio "Voz da Palestina", que a política isralense de ampliar os assentamentos em território palestino "destrói toda oportunidade de alcançar uma paz justa e de chegar à solução entre os dois Estados", um palestino e outro israelense.

As equipes negociadoras, lideradas pela ministra da Justiça israelense, Tzipi Livni, e pelo chefe negociador palestino, Saeb Erekat, se reuniram na terça-feira para tentar avançar no processo, em seu sexto encontro após o anúncio de 30 de julho sobre o reatamento de um diálogo de paz, estagnado desde setembro de 2010.

As partes tratam os encontros em um absoluto segredo, para evitar que filtragens dos meios de comunicação derivem em protestos pelos setores mais extremistas de um lado e do outro, contrários à assinatura de qualquer acordo de paz.

Israelenses e palestinos se comprometeram com Washington em alcançar um resultado em um prazo de nove meses.

Rabbo, no entanto, indicou que não espera que se veja nenhum resultado "em breve" se não houver "pressão" e uma "intervenção ativa" por parte da Administração americana.

"Estamos simplesmente dando voltas em círculos", disse.

Na segunda-feira, o destacado representante do movimento nacionalista palestino Fatah, Nabil Shaath, também indicou que até essa data não houveram progressos e assegurou que a parte israelense não apresentou nenhuma proposta que possa levar ao êxito do processo.

Shaath advertiu que a Autoridade Nacional Palestina (ANP) recorrerá a organismos internacionais caso o processo de paz chegue a um ponto morto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também