Outros 790 imigrantes a bordo de navio italiano aguardam para desembarcar

Essas pessoas se juntam as outras 629 a bordo da embarcação Aquarius foram impedidas de desembarcar na Itália

Roma - Outros 790 imigrantes que foram resgatados no domingo no Mediterrâneo estão a bordo de um barco da Guarda Litorânea da Itália à espera da indicação de um porto para desembarcar, pessoas que se somam a outras 629 a bordo da embarcação Aquarius e que a Itália rejeitou receber.

Fontes da Guarda Litorânea italiana explicaram à Agência Efe que a maioria foi transferida ao navio "Diciotti" deste corpo marítimo e que ainda não há atribuição de um porto para o desembarque.

Segundo alguns veículos de imprensa, foi organizada uma reunião de urgência para solucionar o suposto fechamento de portos ordenado pelo ministro do Interior italiano, Matteo Salvini.

A Itália negou ontem um porto ao Aquarius e reivindicou às autoridades maltesas que cuidassem do barco.

No Aquarius viajam neste momento 629 imigrantes, destes 123 menores não acompanhados, 11 deles crianças pequenas e sete mulheres grávidas, resgatadas ontem.

Destes, o SOS Méditerranée comunicou que socorreu 229 pessoas, enquanto os outros imigrantes foram resgatados pela Guarda Litorânea italiana e embarcações mercantes e depois transferidos ao Aquarius.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também