Otan diz formalmente que sabotagem foi a causa de vazamento em gasoduto

A declaração do Conselho da Otan não forneceu detalhes ou evidências, Mas observou que os danos aos gasodutos ocorreram em águas internacionais
É a primeira vez que a Otan alerta formalmente que impediria e se defenderia contra ataques à infraestrutura crítica de seus membros (Getty Images/Getty Images)
É a primeira vez que a Otan alerta formalmente que impediria e se defenderia contra ataques à infraestrutura crítica de seus membros (Getty Images/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 29/09/2022 às 17:43.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) informou nesta quinta-feira, 29, que uma série de vazamentos nos gasodutos Nord Stream entre a Rússia e a Europa foi resultado de atos de sabotagem. E que os ataques à infraestrutura de seus membros seriam recebidos com uma resposta coletiva da aliança militar.

A declaração do Conselho da Otan não forneceu detalhes ou evidências. Mas observou que os danos aos gasodutos ocorreram em águas internacionais. É a primeira vez que a Otan alerta formalmente que impediria e se defenderia contra ataques à infraestrutura crítica de seus membros, após os agora quatro vazamentos documentados nos oleodutos Nord Stream e Nord Stream 2.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, escreveu na sua conta no Twitter que a sabotagem nos oleodutos era uma "profunda preocupação". "A Otan está empenhada em deter e se defender contra ataques", escreveu ele. "Qualquer ataque deliberado contra a infraestrutura crítica dos Aliados seria recebido com uma resposta unida e determinada", afirmou.

(Estadão com Dow Jones Newswires)

LEIA TAMBÉM:

Putin diz a Erdogan que questão de gasodutos é 'ato de terrorismo internacional'

https://exame.com/brasil/gasoduto-explode-e-crise-escala-na-europa-as-vesperas-da-eleicao-o-que-esperar-para-o-brasil/?activate-overlay=true