OSCE diz que quatro observadores foram detidos na Ucrânia

Observadores detidos fazem parte da equipe que está na região de Lugansk e integram a missão de observação da OSCE na Ucrânia

Viena – A Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) anunciou nesta sexta-feira que perdeu contato com quatro observadores internacionais que foram detidos ontem por homens armados na cidade de Severodonetsk, no leste da Ucrânia.

Os veículos nos quais os observadores e um intérprete ucraniano viajavam foram interceptados por homens armados e não se conseguiu mais contato com eles, informou a OSCE em um comunicado.

Os observadores detidos fazem parte da equipe que está na região de Lugansk e integram a missão de observação da OSCE na Ucrânia.

Na terça-feira, outros quatro observadores foram detidos na mesma região por milícia pró-Rússia e seu paradeiro é desconhecido.

Hoje, uma milícia rebelde anunciou a libertação destes quatro observadores, mas a OSCE não confirmou a informação.

Cathie Burton, porta-voz da OSCE, disse que a organização não tem notícias do paredeiro dos oito observadores desaparecidos e do intérprete ucraniano.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.