Mundo

Oposição venezuelana elimina "governo interino" de Guaidó

Reunida no parlamento eleito em 2015, de maioria absoluta e que defende sua continuidade ao chamar de fraudulenta a vitória do chavismo nas eleições legislativas de 2020

Juan Guaidó (Manaure Quintero/Reuters)

Juan Guaidó (Manaure Quintero/Reuters)

A

AFP

Publicado em 30 de dezembro de 2022 às 20h03.

Última atualização em 30 de dezembro de 2022 às 20h28.

A oposição venezuelana eliminou nesta sexta-feira o "governo interino" de Juan Guaidó, reconhecido pelos Estados Unidos, após quatro anos de uma ofensiva frustrada para tentar depor o presidente socialista Nicolás Maduro.

Reunida no parlamento eleito em 2015, de maioria absoluta e que defende sua continuidade ao chamar de fraudulenta a vitória do chavismo nas eleições legislativas de 2020, a liderança opositora decidiu pelo fim dessa figura a partir de 5 de janeiro, por 72 votos a 29 e oito abstenções.

LEIA TAMBÉM:

Acompanhe tudo sobre:Juan GuaidóVenezuela

Mais de Mundo

Aliança de esquerda anuncia candidato para presidir a câmara baixa do Parlamento francês

Eleições EUA: Biden diz que consideraria desistir de eleição se 'alguma condição médica' o obrigasse

Charles III anuncia agenda trabalhista que prioriza infraestrutura e energia limpa

Ex-assessor de Trump deixa a prisão e segue direto para convenção do Partido Republicano

Mais na Exame