Oposição concorda em ter Capriles como candidato

Capriles perdeu a eleição de outubro de 2012 para Chávez por ampla margem

Caracas - A coalizão opositora da Venezuela concordou em ter o jovem governador Henrique Capriles como candidato nas eleições presidenciais do país, após a morte do presidente Hugo Chávez, disseram à Reuters nesta quarta-feira duas fontes da Mesa da Unidade.

A Constituição venezuelana estabelece que nos 30 dias seguintes a uma "ausência absoluta" do presidente deve acontecer novas eleições para escolher um sucessor.

"O candidato é Capriles. A Mesa da Unidade vai esperar o fim do funeral de Chávez e a convocação de eleições para fazer o anúncio. Ele já aceitou", disse à Reuters uma fonte que falou sob anonimato.

O Conselho Nacional Eleitoral ainda não convocou eleições, mas o governo antecipou que o vice-presidente Nicolás Maduro será o candidato do oficialismo, como havia sugerido Chávez, que morreu na terça-feira de câncer.

Capriles enfrentou Chávez no pleito de outubro e, apesar de perder por ampla margem, recebeu 6,5 milhões de votos, a melhor marca da história para a oposição.

Um estudo divulgado dias antes da morte de Chávez revelou que em uma eventual disputa entre Maduro e Capriles, o candidato do governo obteria uma vantagem de 14 pontos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.