Mundo

ONU enviará 8 toneladas de alimentos para afetados pelo furacão Dorian

Além das 8 toneladas, a agência da ONU prevê o envio de um total de 85 toneladas de comida para as Bahamas durante os próximos três meses

Furacão Dorian causa destruição nas Bahamas (Dante Carrer/Reuters)

Furacão Dorian causa destruição nas Bahamas (Dante Carrer/Reuters)

E

EFE

Publicado em 5 de setembro de 2019 às 16h34.

Última atualização em 5 de setembro de 2019 às 16h35.

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) anunciou nesta quinta-feira o envio imediato de oito toneladas de alimentos para as Bahamas, com o objetivo de apoiar a população afetada pelo furacão Dorian.

Segundo um porta-voz, o PMA já adquiriu os alimentos e agora está organizando o transporte ao arquipélago para que seja feita a distribuição.

Além disso, a agência da ONU prevê o envio de um total de 85 toneladas de comida durante os próximos três meses, dentro de uma operação de US$ 5,4 milhões, onde inicialmente espera assistir aproximadamente 39 mil pessoas.

Segundo as primeiras estimativas das Nações Unidas, até 76 mil pessoas podem precisar de ajuda nas ilhas Ábaco e Grand Bahama, as áreas mais afetadas por Dorian.

Representantes do PMA estão nas Bahamas trabalhando ao lado do governo local e outros parceiros para identificar as necessidades mais urgentes. Além disso, estão organizando um transporte aéreo de materiais para inaugurar dois centros logísticos no país.

O subsecretário da ONU para Assuntos Humanitários, Mark Lowcock, esteve ontem nas Bahamas e se reuniu com o primeiro-ministro, Hubert Minnis, e anunciou uma primeira ajuda de US$ 1 milhão para ações de emergência.

Em conversa com os jornalistas, Lowcock ressaltou que as Bahamas "nunca viu nada desta escala" e pediu para que a comunidade internacional ajude os afetados, assim que houver mais clareza de quais são as reais necessidades.

Os trabalhos de busca, resgate e entrega de ajuda aos sobreviventes continuavam lentamente hoje, por conta das dificuldades em chegar às zonas mais prejudicadas pelos danos causados por Dorian em portos e aeroportos.

Até agora, o saldo oficial de mortos está em 20 pessoas, mas as autoridades já advertiram que este número deve aumentar à medida que tenham acesso a mais áreas.

Acompanhe tudo sobre:DoaçõesFuracõesONU

Mais de Mundo

Legisladores democratas aumentam pressão para que Biden desista da reeleição

Entenda como seria o processo para substituir Joe Biden como candidato democrata

Chefe de campanha admite que Biden perdeu apoio, mas que continuará na disputa eleitoral

Biden anuncia que retomará seus eventos de campanha na próxima semana

Mais na Exame