• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

OMS aprova Coronavac para uso emergencial

Imunizante é o segundo desenvolvido na China a obter reconhecimento internacional do órgão; autorização abre possibilidade para brasileiros serem aceitos em países adeptos ao "passaporte da vacinação"
 (Reuters/Amanda Perobelli)
(Reuters/Amanda Perobelli)
Por André Martins, Laura PanciniPublicado em 01/06/2021 11:45 | Última atualização em 01/06/2021 12:27Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou nesta terça-feira, 1, o uso emergencial da Coronavac, vacina contra a covid-19 desenvolvida  pelo laboratório chinês Sinovac. É o segundo imunizante desenvolvido na China aprovado pelo órgão internacional.

Com a aprovação, o imunizante pode fazer parte do consórcio Covax, que leva vacinas para países que têm menos recursos para competir no acirrado mercado de compra de imunizantes. O Brasil já recebeu uma parte das 42 milhões de doses que tem direito via consórcio.

A autorização também abre a possibilidade de brasileiros imunizados com a Coronavac serem aceitos em locais adeptos ao "passaporte de vacinação", como países da União Europeia.

A OMS afirmou que a vacina "atende aos padrões internacionais de segurança, eficácia e de fabricação", e que o armazenamento fácil do imunizante torna ele "adequado para cenários de poucos recursos". O órgão internacional recomendou o uso da Coronavac para adultos de 18 anos ou mais, em um esquema de duas doses com intervalo de duas a quatro semanas entre cada uma.

Além do imunizante da Sinovac, a OMS já deu aprovação para uso de emergência das vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pela Pfizer/BioNTech, Oxford/AstraZeneca, Johnson & Johnson, Sinopharm e Moderna.

  • Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no mundo? Assine a EXAME e fique por dentro.