Obama: afrontas de Pyongyang resultarão em sanções

Presidente americano condenou o fracassado lançamento de um satélite pela Coreia do Norte

Washington - O presidente Barack Obama condenou o fracassado lançamento de um satélite pela Coreia do Norte e disse que provocações de Pyongyang terão como resposta mais sanções e isolamento. Obama afirmou que "o velho padrão" de provocações norte-coreanos e o envio de ajuda em troca de bom comportamento está acabado.

Os Estados Unidos e o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) condenaram o lançamento do foguete e estenderam as sanções da ONU contra o país. O fracasso do lançamento elevou os temores de que a Coreia do Norte possa seguir adiante com novos testes de armas nucleares para mostrar poder e desviar a atenção do foguete que caiu.

Os Estados Unidos consideraram o lançamento do satélite um ato de provocação e encerraram um acordo para fornecer comida e ajuda ao país. O presidente também disse que os Estados Unidos e o Japão chegaram a um acordo na quinta-feira sobre um projeto para transferir tropas da ilha de Okinawa. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.