Número de mortos por vulcão na Nova Zelândia sobe para 18 pessoas

No total, 18 das 47 pessoas que estavam próximas ao vulcão perderam a vida na explosão na semana passada

O número de mortos pela erupção de um vulcão na Ilha Branca na Nova Zelândia na semana passada aumentou para 18, incluindo duas pessoas cujos corpos não foram recuperados, informou a polícia neste domingo 15.

No total, 18 das 47 pessoas que estavam próximas ao vulcão — que é uma popular atração turística na Nova Zelândia — perderam a vida na explosão. O vulcão, chamado de White Island (ou Whakaari, na língua do país), é o mais ativo do país e sua erupção aconteceu na segunda-feira 9.

Acredita-se que os dois corpos que ainda não foram recuperados possam estar no mar. Mergulhadores que realizam as buscas na água contaminada ao redor da ilha não conseguiram encontrar um corpo que foi visto flutuando alguns dias atrás.

“As equipes de resgate estão frustradas. Entendemos perfeitamente como pode ser frustrante para as famílias que querem recuperar os corpos”, disse o vice-comissário de polícia Mike Clement.

Outros 26 sobreviventes estão em hospitais na Nova Zelândia e na Austrália. Deles, cerca de 20 continuam a lutar por sua vida.

Conhecida também como Whakaari, a White Island é um popular ponto turístico da Nova Zelândia e atrai milhares de turistas todos os anos para a observação de seu vulcão ativo. Para especialistas, isso não deveria acontecer, uma vez que a área é instável e sujeita a catástrofes naturais como a ocorrida na última segunda-feira. A última erupção ocorreu em 2016, mas em período noturno, quando não haviam visitantes no local.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.