Gráfico mostra como ritmo do coronavírus no resto do mundo supera a China

Desde o dia 25 de fevereiro, a China teve 1.100 novos diagnósticos. No mundo, foram 2.300 nesse mesmo período

São Paulo — Desde esta quarta-feira, o número de novos casos de pessoas infectadas com coronavírus fora da China superou os novos casos dentro do país. A China teve 1.100 novos diagnósticos desde o dia 25 de fevereiro. No restante do mundo, foram 2.300 nesses mesmos dois dias, de acordo com a universidade Johns Hopkins.

Nesta quinta-feira, 27, durante coletiva de imprensa em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que há riscos dos casos se tornarem uma pandemia, mas que o surto ainda pode ser contido.

Segundo dados mais recentes da entidade, 78.630 casos da doença foram registrados na China, com 2.747 mortes. Mas, de acordo com Tedros, o principal foco de preocupação se deslocou para fora do país asiático. “Nos últimos dois dias, o número de novos casos de coronavírus no resto do mundo superou o número de novos casos na China”, destacou.

Veja, no gráfico abaixo, a evolução de novos casos de coronavírus por dia, tanto na China, como no mundo.

Apesar de o ritmo na China ter diminuído, como é possível visualizar no gráfico quando olha-se a última semana, o país ainda tem a maior parte dos casos.

Depois da China continental, os países com mais casos confirmados são a Coreia do Sul, com 1.766 casos, a Itália com 528 e o Irã com 245 diagnósticos confirmados.

(Com Estadão Conteúdo)

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.