Norte-coreanos acompanham Copa com quase um dia de atraso

Com a ausência de sua seleção na Copa e com um atraso de quase 24 horas, a Coreia do Norte está transmitindo a maioria das partidas da competição

Seul – A Coreia do Norte está transmitindo a maioria das partidas da Copa do Mundo, que, mesmo com a ausência de sua seleção na competição e com um atraso de quase 24h, alcançam uma grande audiência e comprovam o crescente interesse pelo futebol nesse hermético país asiático.

Diante desta retomada da popularidade do futebol na Coreia do Norte, a Televisão Central da Coreia (KCTV) renovou em 2012 seu acordo com a União de Radiodifusão da Ásia Pacífico (ABU) para poder transmitir os jogos da Copa, assim como já havia feito na África do Sul em 2010, quando a seleção do país realizou sua segunda participação.

No entanto, o que mais chama a atenção é o fato da KCTV transmitir as partidas gravadas previamente a partir do sinal da emissora sul-coreana SBS, rede que possui os direitos de transmissão da Copa no país vizinho e que tem seu logo ocultado nas transmissões da emissora norte-coreana.

Como os jogos costumam ir ao ar com atraso de quase um dia, a KCTV, até o momento, transmitiu apenas a cerimônia de inauguração e as partidas Brasil e Croácia, México e Camarões, Espanha e Holanda, Chile e Austrália e, por fim, Itália e Inglaterra.

A partida entre as seleções da Costa do Marfim e do Japão, por outro lado, não foi transmitida aos norte-coreanos, já que o país não mantém laços diplomáticos com o governo japonês e considera as autoridades de Tóquio como inimigas devido à invasão da península coreana no início do século passado.

Neste aspecto, segundo a lógica usada na Copa da África do Sul, a KCTV também não deverá transmitir as partidas dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, nações que também são consideradas inimigas do estado norte-coreano.

Quando a Coreia do Norte conseguiu assegurar sua classificação há quatro anos, o que supôs sua primeira participação desde a Copa da Inglaterra (1966), a emissora estatal transmitia as partidas da seleção ao vivo.

Na ocasião, apesar da seleção norte-coreana não ter passado da primeira fase, a Copa trouxe uma imensa popularidade ao futebol no país, onde novos estádios foram construídos nos últimos anos, assim como escolinhas esportivas. 

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.