Navio que bloqueia Canal de Suez é parcialmente liberado

A liberação parcial ocorreu após esforços para empurrar e puxar o navio com dez rebocadores, quando a lua cheia trouxe a maré da primavera, disse a empresa Leth Agencies

Uma empresa de serviços do Canal de Suez informou nesta segunda-feira, 29, que conseguiu deixar o navio porta-contêineres Ever Given "parcialmente" em posição de flutuação. A companhia, no entanto, não deu detalhes sobre quando a embarcação, que bloqueia o canal há seis dias, seria completamente desencalhada.

A liberação parcial ocorreu após esforços para empurrar e puxar o navio com dez rebocadores, quando a lua cheia trouxe a maré da primavera, disse a empresa Leth Agencies. No entanto, dados de satélite do MarineTraffic.com mostram que a proa da embarcação continua presa na margem leste do canal.

Um piloto de alto escalão da autoridade do canal, falando sob a condição de anonimato, confirmou que o navio tinha sido parcialmente colocado em posição de flutuação e disse que os trabalhadores ainda tentam desencalhar a proa.

O bloqueio causado pelo Ever Given no Canal de Suez causa prejuízos de cerca de US$ 9 bilhões por dia no comércio internacional. Mais de 300 embarcações aguardam a remoção do navio para passar pelo canal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.