Mundo tem 8 milhões de casos de covid-19 com reaberturas e medo de 2ª onda

Os dados são do monitoramento em tempo real da universidade americana Johns Hopkins. Ao todo, 435.619 pessoas morreram

O número de casos confirmados do novo coronavírus ao redor do mundo chegou a 8 milhões nesta segunda-feira (15), em meio a reaberturas e o temor internacional de uma possível segunda onda da doença. Os dados são do monitoramento em tempo real da universidade americana Johns Hopkins. Ao todo, 435.619 pessoas morreram.

Os Estados Unidos ainda são o epicentro da doença, com 2.102.765 infectados e 115.896 mortos. Em segundo lugar está o Brasil, com 867.624 doentes e 43.332 mortes.

Apesar da posição nada privilegiada, as novas infecções nos EUA têm se estabilizado, num processo conhecido como achatamento de curva. Em diversos estados, como Nova York, a flexibilização de medidas de isolamento social já acontece.

Nova York chegou a ser o epicentro da pandemia dentro do país, mas sua curva de infecção teve forte queda, assim como na maioria dos estados da costa leste, como é possível ver nesta série de gráficos da Jonhs Hopkins.

A covid-19 é uma doença que apareceu em Wuhan, na China e se alastrou rapidamente pelo mundo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.