Moscou quer que investigação sobre MH17 não seja politizada

A Rússia vetou no Conselho de Segurança resolução para criar um tribunal especial para julgar os responsáveis pela queda do voo MH17 sobre o leste da Ucrânia

A investigação para determinar a responsabilidade pela derrubada do voo MH17 durante a guerra na Ucrânia, em 2014, não deve ser alvo de "politização", afirmou Moscou nesta quinta-feira, um dia após vetar na ONU a criação de um tribunal especial para o caso.

"Somente uma investigação imparcial e objetiva permitirá estabelecer as responsabilidades. Uma investigação que não seja perturbada pela politização, pelo alvoroço político, por nada", declarou o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

A Rússia vetou no Conselho de Segurança uma resolução para criar um tribunal especial para julgar os responsáveis pela queda do voo MH17 sobre o leste da Ucrânia, em julho de 2014, que provocou a morte de 298 pessoas.

Onze dos 15 membros do Conselho de Segurança votaram a favor do texto, redigido por Austrália, Bélgica, Malásia, Holanda e Ucrânia. A Rússia vetou, enquanto Angola, China e Venezuela se abstiveram.

A sessão do Conselho de Segurança começou com um momento de silêncio em homenagem às vítimas.

A Ucrânia garantiu, por sua vez, que não vai desistir de punir os culpados pela queda do voo da Malaysia Airlines.

"A Ucrânia não vai parar aqui. Nosso objetivo é punir os culpados", declarou o porta-voz da presidência, Svyatoslav Tsegolko, citando o presidente Petro Poroshenko, alguns minutos depois do veto russo no Conselho de Segurança da ONU, em Nova York.

O voo MH17 foi derrubado em 2014 por rebeldes do leste da Ucrânia durante um confronto entre as Forças Armadas de Kiev e os separatistas pró-russos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também