Mundo
Acompanhe:

Milhares de egípcios pedem renúncia de Mursi na praça Tahrir

Manifestantes carregam bandeiras egípcias e cartazes onde se lê a palavra 'Erhal' (vá embora), em referência ao presidente islamita Mohammed Mursi,


	Manifestantes protestam contra o presidente egípcio Mohamed Mursi em frente ao palácio presidencial
 (REUTERS/Suhaib Salem)

Manifestantes protestam contra o presidente egípcio Mohamed Mursi em frente ao palácio presidencial (REUTERS/Suhaib Salem)

D
Da Redação

30 de junho de 2013, 19h39

Cairo - Milhares de pessoas se reuniram neste domingo na praça Tahrir, no Cairo, para pedir a renúncia do presidente do Egito, Mohammed Mursi, enquanto várias passeatas continuam seguindo para o local de outras partes da capital.

Segundo constatou a Agência Efe, algumas das marchas, que oficialmente começaram às 16h locais (11h de Brasília), já chegaram na praça, onde os manifestantes carregam bandeiras egípcias e cartazes onde se lê a palavra 'Erhal' (vá embora), em referência ao presidente islamita.