Menino de 10 anos fez ameaças de bomba contra avião belga

"As ligações foram feitas por um menor, de 10 anos de idade, cujo nome não será revelado por razões legais", afirma comunicado do departamento de investigações

Um menino de 10 anos foi o responsável pelas ameaças de bomba de terça-feira contra um voo procedente de Bruxelas com 274 ocupantes, o que provocou uma grande operação de segurança e o fechamento por várias horas do aeroporto de Santo Domingo.

“As ligações foram feitas por um menor, de 10 anos de idade, cujo nome não será revelado por razões legais”, afirma um comunicado do Departamento Nacional de Investigações (DNI).

As ameaças diziam respeito ao voo 205 da Jetairfly.

Após o rastreamento do telefone utilizado, o DNI determinou a origem em uma casa de Sabana Perdida, um setor humilde da periferia ao norte de Santo Domingo. Os policiais entrevistaram a avó e a irmã do jovem, revistaram a casa e concluíram que o menino foi o autor.

O menino fez três ligações e se identificou como Pablo Escobar, “Senhor dos Céus”, misturando os nomes das telenovelas sobre o narcotraficante colombiano Escobar e o mexicano de mesmo nome.

A avó do menino foi interrogada e liberada, mas as autoridades não descartam eventuais punições.

O plano de contingência provocou perdas avaliadas entre 600.000 e um milhão de dólares, segundo o Comitê de Linhas Aéreas do aeroporto.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.