Mais um jornalista é assassinado na Colômbia, o segundo caso em 24 horas

O jornalista Jairo Alberto Calderón Plaza morreu depois de ser baleado na cidade de Tuluá, enquanto andava de moto

Bogotá - O jornalista colombiano Jairo Alberto Calderón Plaza, de 29 anos, diretor do portal notícias "Contacto", foi assassinado na última quarta-feira, o segundo caso de homicídio a um comunicador em 24 horas, informaram nesta sexta-feira veículos de imprensa locais.

Aparentemente, Calderón se deslocava em uma motocicleta pelo bairro Municipal da cidade de Tuluá, no departamento de Valle del Cauca, quando foi baleado, informou o jornal "El Tiempo", que cita testemunhas.

O jornalista foi levado a um hospital, onde morreu em decorrência dos ferimentos.

A Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP) denunciou ontem o assassinato do jornalista Valentín Rúa Tezada, que trabalhava em uma rádio comunitária no departamento de Cauca.

Tezada, que era locutor da emissora "Salvajina Estereofonia" havia 15 anos, foi baleado na quarta-feira durante a noite no centro urbano do município de Suárez.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.