Mais de 4 mil pessoas foram presas na Caxemira indiana em duas semanas

Temendo grandes manifestações, a Índia prendeu milhares de pessoas após a revogação da autonomia da Caxemira

Pelo menos 4.000 pessoas foram detidas na parte indiana da Caxemira desde a revogação da autonomia deste território, por parte de Nova Délhi, há duas semanas, diante do temor de grandes manifestações – disseram fontes do governo à AFP.

Estas pessoas foram detidas em virtude da lei de Segurança Pública, explicou à AFP um juiz que pediu para não ser identificado.

Bastante polêmica, esta lei permite às autoridades indianas manter uma pessoa detida por até dois anos sem acusações contra ela e sem ser submetida ao devido processo legal.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.