Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Autoridades internacionais cumprimentaram Recep Tayyip Erdogan, 69, pela recondução ao cargo de presidente da Turquia por mais cinco anos, neste domingo, 28. A vitória foi confirmada pela mídia estatal do país. Pelo Twitter, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, desejou um "bom mandato" ao eleito.

Erdogan governa a Turquia desde 2003.

"Desejo um bom mandato, de muito trabalho para o melhor do povo turco. E conte com a parceria do Brasil na cooperação global pela paz e no combate à pobreza e desenvolvimento do mundo", diz o post de Lula.

Putin, Zelenski: quem parabenizou Erdogan?

Segundo a agência de notícias estatal turca Anadolu, dezenas de autoridades já enviaram mensagens ao eleito, entre os quais os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Ucrânia, Volodmir Zelenski.

LEIA MAIS

Em nota alongada, em que chama Erdogan de "querido amigo", Putin afirma que "sua vitória nas eleições é o resultado lógico de seu dedicado trabalho frente à República turca, uma clara prova do apoio do povo turco a seus esforços para fortalecer a soberania do Estado e seguir uma política exterior independente", afirma a nota assinada pelo russo.

Autoridades do Conselho da União Europeia, Irã, Sérvia, Paquistão e Azerbaijão, Catar, a Autoridade Palestina, entre outros, já cumprimentaram e reconheceram o novo mandatário da Turquia.

"Gostaria de agradecer a cada membro de nossa nação que mais uma vez nos transmitiu a responsabilidade de governar a Turquia pelos próximos cinco anos", afirmou Erdogan, em discurso após a vitória em Istambul.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, se referiu a Erdogan como "irmão" e "amigo", comemorando sua recondução ao cargo.

Já o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, classificou a reeleição como "um sinal de confiança contínua e valiosa do povo turco", divulgou a agência Anadolu.

O líder mais antigo da Turquia, cuja marca política mistura islamismo e nacionalismo, lidera um dos países-chave para a geopolítica na região. A Turquia é membro da Otan desde os anos 1950.

Até o fechamento deste texto, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, não fez declarações sobre a vitória de Erdogan.

Já o ex-presidente Donald Trump enviou cumprimentos, segundo a agência estatal turca.

Créditos

Últimas Notícias

ver mais
Universidade da Irlanda lançará graduação em 'influencer digital'; entenda
Mundo

Universidade da Irlanda lançará graduação em 'influencer digital'; entenda

Há 3 horas
Nova York decreta estado de emergência após inundações; setembro é o mais chuvoso em 140 anos
Mundo

Nova York decreta estado de emergência após inundações; setembro é o mais chuvoso em 140 anos

Há 4 horas
Primeira linha de monotrilho suspenso entra em operação na China
Mundo

Primeira linha de monotrilho suspenso entra em operação na China

Há 18 horas
Com 40% de queda no número de recém-nascidos, China enfrenta desafio de envelhecimento da população
Mundo

Com 40% de queda no número de recém-nascidos, China enfrenta desafio de envelhecimento da população

Há 18 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais