Mundo

Líderes do G7 condenam armas nucleares da China, Rússia, Coreia do Norte e Irã em reunião de cúpula

Comunicado destaca preocupação com a estabilidade global e apela pelo desarmamento nuclear e respeito aos tratados internacionais

grupo pondera que os países devem fornecer relatórios nacionais e respeitar o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (Vector/Getty Images)

grupo pondera que os países devem fornecer relatórios nacionais e respeitar o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (Vector/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 19 de maio de 2023 às 17h49.

Líderes do Grupo dos 7 condenam veementemente a produção de armas nucleares pela China, Rússia, Coreia do Norte e Irã, em comunicado publicado nesta sexta-feira, 19.

"A construção acelerada da China de seu arsenal nuclear sem transparência e diálogo representa uma preocupação para a estabilidade global", afirmaram os representantes do G7, que participam de uma reunião de cúpula em Hiroshima, no Japão.

O comunicado se posiciona contrário ao uso do equipamento nuclear feito pela Rússia na guerra contra a Ucrânia, e pede que o país não realize testes nucleares e tampouco utilize seu arsenal para ameaçar e persuadir a nação rival.

Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares

O grupo pondera que os países devem fornecer relatórios nacionais e respeitar o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (NPT, na sigla em inglês), que entrou em vigor em 1970 e defende o uso de armas como estratégia exclusivamente de defesa.

O G7 considera fundamental a aprovação do Tratado de Proibição Abrangente de Testes Nucleares (CTBT, na sigla em inglês), e destaca que qualquer teste com bombas nucleares não será apoiado pelos países integrantes.

Ameaças da Coreia do Norte

As ameaças de testes nucleares na Coreia do Norte não serão aceitas, afirma o grupo, que é enfático quanto à manipulação de material radioativo pelo país: "A Coreia do Norte não pode e nunca terá o status de um Estado com armas nucleares sob o TNP". O mesmo posicionamento se repete sobre o programa nuclear do Irã que o grupo avalia estar se desenvolvendo aceleradamente.

A nota manifesta interesse no uso da tecnologia nuclear para fins pacíficos de ciência e tecnologia, e clama para que países adotem o desarmamento nuclear. "Instamos todos os Estados a levarem a sério suas responsabilidades para atender aos mais altos padrões de proteção e segurança", afirma.

Acompanhe tudo sobre:G7 – Grupo dos SeteCoreia do NorteRússia

Mais de Mundo

Trump se pronuncia após ser atingido na cabeça em comício na Pensilvânia

Biden se pronuncia sobre tiroteio no comício de Trump: "Estou grato em saber que ele está bem"

'Atentado contra Trump deve ser repudiado', diz Lula sobre tiros durante comício

Ataque a Trump: Cidade que receberá convenção republicana está 'sitiada', com segurança reforçada

Mais na Exame