Líder norte-coreano fala de comida e não de armas nucleares para 2022

Kim usou discursos anteriores no Ano Novo para fazer anúncios de políticas importantes, incluindo o lançamento de compromissos diplomáticos significativos com a Coreia do Sul e os Estados Unidos
 (Agência estatal KCNA/Reuters)
(Agência estatal KCNA/Reuters)
R
ReutersPublicado em 01/01/2022 às 16:58.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, encerrou seu 10º ano no poder com um discurso que mencionou mais fábricas de tratores e uniformes escolares do que armas nucleares ou os Estados Unidos, segundo resumos da mídia estatal neste sábado.

Os principais objetivos da Coreia do Norte para 2022 serão dar um salto no desenvolvimento econômico e melhorar a vida das pessoas, que enfrentam uma "grande luta de vida ou morte", disse Kim em um discurso na sexta-feira no final da 4ª Reunião Plenária do 8º Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia (WPK), que começou na segunda-feira.

As reuniões coincidiram com o aniversário de 10 anos de Kim efetivamente na liderança do país após a morte de seu pai em 2011.

Kim usou discursos anteriores no Ano Novo para fazer anúncios de políticas importantes, incluindo o lançamento de compromissos diplomáticos significativos com a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Mas resumos de seu discurso publicados na mídia estatal norte-coreana não fizeram nenhuma menção específica aos Estados Unidos, com apenas uma referência passageira a discussões não especificadas sobre relações inter-coreanas e "assuntos externos".

O foco doméstico do discurso ressaltou os problemas econômicos que Kim enfrenta no país, onde bloqueios de fronteira autoimpostos contra a pandemia deixaram a Coreia do Norte mais isolada do que nunca, com organizações de ajuda internacional alertando sobre uma possível escassez de alimentos e uma crise humanitária.

"A principal tarefa do nosso Partido e do povo no próximo ano é fornecer uma garantia segura para a implementação do plano de cinco anos e trazer uma mudança notável no desenvolvimento do estado e no padrão de vida do povo", disse Kim.