Líder das Farc é capturado em Quito

Ramírez, de 38 anos, deve ser entregue às autoridades colombianas ainda esta noite
O comandante geral das Forças Militares da Colômbia, almirante Edgar Cely: "quero cumprimentar e agradecer o Exército e a polícia equatorianos"
 (Eitan Abramovich/AFP)
O comandante geral das Forças Militares da Colômbia, almirante Edgar Cely: "quero cumprimentar e agradecer o Exército e a polícia equatorianos" (Eitan Abramovich/AFP)
D
Da RedaçãoPublicado em 28/06/2011 às 08:46.

Bogotá, Colômbia - O suposto vice-chefe da Frente 48 da guerrilha colombiana das Farc foi detido em Quito, informou nesta segunda-feira o comandante geral das Forças Militares da Colômbia, almirante Edgar Cely.

O homem, identificado como Fabio Ramírez "Danilo", foi preso em um shopping da capital equatoriana, revelou o almirante Cely à imprensa em Bogotá.

"Quero cumprimentar e agradecer o Exército e a polícia equatorianos".

Segundo o almirante Cely, o líder guerrilheiro "pertence à Frente 48 das Farc, que em setembro de 2010 assassinou em San Miguel oito policiais".

O almirante Cely destacou que Ramírez "era o homem de confiança de Milton de Jesús Doncell, também conhecido por 'Joaquín Gómez', comandante do Bloco Sul e membro do Secretariado das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Ramírez, 38 anos, deve ser entregue às autoridades colombianas ainda esta noite.

Segundo o general Juan Carlos Salazar, chefe do comando Sul do Exército colombiano, a prisão de Ramírez foi resultado de uma operação conjunta da inteligência militar de Colômbia e Equador.

"Era seguido há meses, conseguiu desaparecer mas voltamos a localizá-lo no país irmão Equador", disse Salazar.