Líbano registra mais de 1.000 novos casos de coronavírus em 24 horas

O Ministro da Saúde, Hamad Hasan, pediu às autoridades que impusessem um novo confinamento de duas semanas

O Líbano registrou um recorde de 1.006 novos casos de covid-19 em 24 horas, com 11 mortes, elevando o saldo total para 29.303 infecções e 297 mortes neste país em crise, disse o Ministério da Saúde no domingo. 

O número de novos casos aumentou exponencialmente desde a explosão de 4 de agosto no porto de Beirute, que deixou 190 mortos e mais de 6.500 feridos, muitos dos quais foram transferidos para hospitais já lotados.

O Ministro da Saúde, Hamad Hasan, pediu às autoridades que impusessem um novo confinamento de duas semanas, em uma intervenção no canal de televisão Al Jadeed.

Em 21 de agosto, o governo libanês impôs um bloqueio e um toque de recolher noturno em todo o país, exceto nas áreas devastadas pela explosão.

Mas diante dos protestos do setor privado, já muito afetado após um ano de crise econômica sem precedentes, as restrições foram relaxadas uma semana depois.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.