Kofi Annan lamenta morte de Nelson Mandela

Ex-secretário-geral da ONU disse que o mundo perdeu "um líder visionário, uma corajosa voz pela justiça e uma clara bússola moral"

Nova York - O ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, lamentou a morte do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, e disse que o mundo perdeu "um líder visionário, uma corajosa voz pela justiça e uma clara bússola moral".

Desmond Tutu, arcebispo da Igreja Anglicana e vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1984 pela luta contra o Apartheid na África do Sul, declarou que Mandela inspirou os sul africanos a aprenderem o perdão e a reconciliação.

"Deus foi tão bom com a África do Sul em nos dar Nelson Mandela como presidente em um momento crucial de nossa história", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.