Juízes são mortos no Egito como reação à condenação de Morsi

Supostos militantes islâmicos executaram três juízes no que aparenta ser a primeira resposta violenta à sentença de morte do ex-presidente Mohammed Morsi

No que aparenta ser a primeira resposta violenta à sentença de morte do ex-presidente egípcio Mohammed Morsi, supostos militantes islâmicos executaram três juízes e feriram outras três pessoas na península do Sinai. As vítimas viajavam em um carro no município de al-Arish quando foram emboscadas, de acordo com autoridades.

O Sinai enfrenta uma insurgência islâmica há anos, mas os levantes se intensificaram após a deposição de Morsi, em 2013, o que leva o governo egípcio a associar a militância à Irmandade Muçulmana.

Na maioria dos casos, os alvos têm sido militares e agentes de segurança. Os extremistas também têm colocado pequenos explosivos de fabricação doméstica em áreas de Cairo e outras cidades para interromper o funcionamento de serviços públicos e dificultar a vida de civis.

No entanto, a morte de magistrados é algo recente. Neste mês, o juiz Moataz Khafagi, que presidiu o julgamento de diversos membros da Irmandade Muçulmana, quase foi vítima de um atentado. Os militantes explodiram uma bomba do lado de fora da residência do juiz. Diversos carros foram danificados no incidente, mas ninguém ficou ferido. Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também