Juiz nova-iorquino declara legal programa de espionagem

"O programa de coleta de informação telefônica da NSA é legal", destacou o juiz William Pauley em sua decisão

Nova York - Um juiz federal de Nova York declarou "legal" nesta sexta-feira o programa de coleta de dados telefônicos da Agência Nacional de Segurança americana (NSA, na sigla em inglês), defendendo sua relevância para o combate ao terrorismo.

"O programa de coleta de informação telefônica da NSA é legal", destacou o juiz William Pauley em sua decisão, tomada dias depois de outro magistrado indicar que o programa da NSA provavelmente era inconstitucional.

"Não há evidências de que o governo tenha utilizado a informação telefônica coletada com um propósito diferente ao de investigar e deter ataques terroristas", acrescentou o magistrado, ao justificar sua decisão.

A decisão de Pauley rechaçou, desta forma, um pedido da demandante União Americana de Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês) para suspender o programa da NSA.

Em sua argumentação, o juiz lembrou os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 em Nova York e Washington, que deixaram 3.000 mortos.

"A tecnologia permitiu à Al-Qaeda operar de forma descentralizada e planejar à distância ataques terroristas internacionais", redigiu.

O programa da NSA, revelado pelo ex-analista de inteligência americana, Edward Snowden, incluiu a espionagem de milhões de telefonemas e e-mails nos Estados Unidos e no exterior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.