Itália resgata quase 100 imigrantes perdidos no mar

O barco tinha 35 mulheres, três delas grávidas. Os imigrantes afirmaram que estavam há 12 dias no mar, os dois últimos à deriva, sem comida e água

Roma - A polícia italiana anunciou que resgatou nesta terça-feira à noite quase 100 imigrantes que estavam há 12 dias no Mar Mediterrâneo, no momento em que 1.500 pessoas salvas nos últimos dias devem chegar ao país.

O navio de patrulha "Monte Cimone" da polícia financeira, também responsável pelo controle alfandegário e pela luta contra o tráfico e a imigração clandestina, detectou durante a noite uma embarcação de 50 metros de comprimento a 200 milhas da costa da Sicília, com 98 pessoas a bordo.

O barco tinha 35 mulheres, três delas grávidas. Os imigrantes afirmaram que estavam há 12 dias no mar, os dois últimos à deriva, sem comida e água.

A Guarda Costeira resgatou quase 650 pessoas na terça-feira, ao mesmo tempo que 30 pessoas, provavelmente sírios, conseguiram chegar à costa de Apulia, no sul do país.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também