Itália deixou pior fase da emergência de covid-19, diz premiê

O primeiro-ministro Giuseppe Conte também afirmou que a Itália não pode parar para esperar uma vacina para o novo coronavírus

 A Itália deixou a pior parte da emergência da covid-19 para trás e, à medida que as restrições são lentamente suspensas, o país deve agora entrar na nova fase com confiança e responsabilidade, disse o primeiro-ministro Giuseppe Conte nesta quinta-feira.

“Podemos dizer que o pior está para trás… não podemos parar para esperar uma vacina, caso contrário ficaríamos com uma sociedade e um sistema de produção comprometidos irreparavelmente”, afirmou Conte, descrevendo o recente pacote de estímulo do governo no Parlamento.

O premiê também disse que os bancos “podem e devem fazer mais, especialmente para acelerar os procedimentos para conceder empréstimos garantidos pelo Estado”.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE