A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Iraque apresenta iniciativa para resolver conflito sírio

Primeiro-ministro iraquiano apresentou iniciativa para pôr fim ao conflito sírio através do cessar-fogo e do diálogo entre a oposição e o regime

Bagdá - O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al Maliki, apresentou nesta quarta-feira uma iniciativa para pôr fim ao conflito sírio através do cessar-fogo e do diálogo entre a oposição e o regime, medida que possui objetivo de evitar um eventual ataque militar estrangeiro.

Em um discurso televisionado, Maliki assegurou que essa "nova iniciativa" também se apoia na cessação da exportação de armas e do financiamento às partes em conflito, assim como na saída de todos os combatentes estrangeiros que lutam na Síria.

Segundo o chefe do governo iraquiano, a proposta pede ao regime sírio e à oposição iniciar um diálogo direto, com vistas em um governo provisório, e a realizar eleições gerais durante o período de transição.

A iniciativa estipula o estabelecimento de um fundo árabe para financiar a reconstrução da Síria, além de ajudar os refugiados sírios a voltar para suas casas.

Por outra parte, Maliki advertiu sobre os "riscos" de uma possível intervenção militar na Síria, tanto nesse país como nas nações vizinhas, e pediu a todas as partes envolvidas serem "pacientes"

Neste sentido, o primeiro-ministro iraquiano reiterou que o Iraque defende uma solução pacífica na Síria e que se manteve neutro durante os dois anos e meio de conflito.

Antes de encerrar seu discurso, Maliki também pediu aos países árabes não liberarem seus territórios para dirigir um eventual ataque militar contra a Síria e voltou a condenar o uso de armas químicas, independente de quem tenha utilizado. Maliki também rejeitou que o suposto uso de armas químicas seja usado como justificativa para uma intervenção militar na Síria.

A guerra civil na Síria já causou mais de 100 mil mortes no país, assim como aproximadamente 2 milhões de refugiados e 4,2 milhões de deslocados internos, segundo dados da ONU.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também