Irã faz 1º voo direito a Paris após fim das sanções

O primeiro voo da "Mahan" para Paris partiu com um total de 106 pessoas, entre passageiros e tripulação, às 7h15 locais

Teerã - O primeiro voo direto da companhia aérea privada iraniana "Mahan" partiu nesta segunda-feira a Paris em voo direto, graças ao acordo nuclear alcançado em julho do ano passado que significou o fim das sanções contra a República Islâmica do Irã.

O primeiro voo da "Mahan" para Paris partiu com um total de 106 pessoas, entre passageiros e tripulação, às 7h15 locais (23h45 de Brasília do domingo) e chegou ao aeroporto Charles de Gaulle às 10h no horário francês (5h de Brasília), informou a agência oficial iraniana de notícias "Irna".

Com o início do Plano Integral de Ação Conjunta (JCPOA, sigla em inglês), se deram as condições para a ampliação da frota aérea da República Islâmica e para o estabelecimento de voos diretos de Teerã para outros países.

A União Europeia tinha proibido a entrada das companhias aéreas iranianas em seu espaço aéreo no ano de 2010 porque as mesmas tinham uma frota obsoleta.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.