Irã anuncia morte de diplomata na Síria

Segundo o comunicado, Husam Khosh Navis era presidente da "Comissão Iraniana para a Reconstrução do Líbano"

Beirute - Um alto diplomata iraniano foi assassinado por "grupos terroristas armados" na Síria na noite de quarta-feira, quando viajava de Damasco para Beirute, afirma a embaixada do Irã no Líbano em uma nota divulgada nesta quinta-feira.

Segundo o comunicado, Husam Khosh Navis era presidente da "Comissão Iraniana para a Reconstrução do Líbano", criada depois da devastadora guerra de 2006 entre Israel e o grupo libanês Hezbollah.

O texto divulgado pela embaixada não informa os detalhes do que aconteceu nem o local do assassinato.

De acordo com o jornal libanês Al Safir, o funcionário iraniano estava na cidade síria de Aleppo (norte do país) para "estudar projetos de reconstrução da cidade".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também