Inundação deixa 10 pessoas presas em mina na Colômbia

Equipes especializadas em salvamento iniciaram os trabalhos de resgate no município de Amagá

Bogotá - Entre dez e doze trabalhadores de uma mina de carvão do município de Amagá, no departamento de Antioquia, na Colômbia, ficaram presos nesta quinta-feira depois de uma inundação na jazida.

O prefeito de Amagá, Juan Carlos Amaya, disse à Agência Efe por telefone que a situação foi comunicada às autoridades por volta das 18h locais (21h de Brasília).

"O que sabemos é que entre dez e doze pessoas estão desaparecidas" na mina que se inundou por razões que ainda são motivo de investigação, explicou o prefeito.

Equipes especializadas em salvamento iniciaram os trabalhos de resgate que serão apoiados pela polícia, a Defesa Civil, os bombeiros e funcionários da prefeitura, acrescentou Amaya.

O prefeito acrescentou que até onde tem conhecimento a mina tem os documentos em dia e seus trabalhadores estão assegurados.

Por sua parte, o diretor de Gestão Ambiental e Mineração de Amagá, Carlos Mario Usma, declarou a jornalistas que estão preparando os grupos de resgate para poder entrar na mina e verificar o estado das pessoas que se encontram em seu interior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.