Mundo

Igrejas na Terra Santa expressam seu pesar após atentados no Sri Lanka

"As igrejas rezam pelas almas das vítimas e pedem a rápida recuperação dos feridos", disse Wadie Abunassar

Homens carregam corpo de vítima dos atentados em Sri Lanka (Dinuka Liyanawatte/Reuters)

Homens carregam corpo de vítima dos atentados em Sri Lanka (Dinuka Liyanawatte/Reuters)

E

EFE

Publicado em 21 de abril de 2019 às 08h37.

Última atualização em 21 de abril de 2019 às 18h11.

Jerusalém — As igrejas cristãs na Terra Santa expressaram neste domingo seu pesar após os atentados registrados no Sri Lanka, que deixaram pelo menos 200 mortos e mais de 400 feridos em pelo menos três hotéis de luxo e três igrejas, onde vários fiéis comemoravam o Domingo da Ressurreição.

"Que difíceis, irritantes e tristes são estas notícias, especialmente porque os ataques aconteceram enquanto os cristãos comemoravam a Páscoa", lamentou o assessor de líderes da Igreja na Terra Santa, Wadie Abunassar, que transmitiu sua solidariedade "ao Sri Lanka e a todos seus habitantes em suas várias confissões religiosas e origens étnicas".

"As igrejas rezam pelas almas das vítimas e pedem a rápida recuperação dos feridos", acrescentou em comunicado.

Os ataques no Sri Lanka foram realizados com explosões em três hotéis de luxo da capital, Colombo, e em três igrejas, uma dela na mesma cidade, outra em Katana (oeste do país) e a terceira em Batticaloa (leste).

Após os atentados, o Governo declarou estado de emergência no país, onde a população cristã representa 7,4% do censo.

Acompanhe tudo sobre:Ataques terroristasExplosõesIgreja CatólicaJerusalémSri LankaTerrorismoTerroristas

Mais de Mundo

Milei se reunirá com Macron em viagem à França para abertura dos Jogos Olímpicos

'Tome chá de camomila', diz Maduro após Lula se preocupar com eleições na Venezuela

Maduro deve aceitar resultado das eleições se perder, diz ex-presidente argentino

Macron só vai nomear primeiro-ministro após Jogos Olímpicos

Mais na Exame