Hospital abandonado de Hitler é de assustar qualquer um

As ruínas das alas psiquiátrica e cirúrgica deixam muito claro porque a revista Condé Nast Traveler elegeu o lugar um dos mais assustadores do planeta

São Paulo - Não é difícil imaginar como seria o mundo se o hospital Beelitz-Heilstätten, cujas ruínas ainda estão de pé em Berlim, nunca tivesse existido para curar Hitler.

Mas em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, foi exatamente o que aconteceu. Vários soldados nazistas também foram tratados no hospital durante a Segunda Guerra – e depois foi a vez das forças soviéticas, de 1945 até a queda do Muro de Berlim, em 1990.

O hospital foi construído em 1898 como um sanatório, cujo objetivo era abrigar pessoas com tuberculose, na época uma doença fatal.

Uma pequena parte do enorme complexo ainda é usada para reabilitação neurológica, segundo o Atlas Obscura.

Mas o resto foi abandonado, com exceção de tours eventuais. As ruínas das alas psiquiátrica e cirúrgica deixam muito claro porque a revista Condé Nast Traveler elegeu o lugar um dos mais assustadores do planeta.

Veja o porquê nas fotos: você vai ficar de cabelos em pé.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.