Guerra na Síria faz 6 anos. Os números para entender a tragédia

Conflito se iniciou em 2011 e já deixou mais de 400 mil mortos. Veja panorama dessa guerra que não deve terminar tão cedo

São Paulo – A guerra na Síria completa nesta quarta-feira, 15 de março, seis anos de existência, mas as previsões para o futuro desse país não são animadoras.

Nesta semana, acontece em Astana (Cazaquistão) a terceira rodada de negociações de paz entre os principais envolvidos nesse conflito. Contudo, líderes dos principais grupos armados que lutam contra o regime do presidente Bashar Al-Assad se recusaram a participar do encontro, acusando Rússia e governo de descumprirem o cessar-fogo acertado em dezembro.

No meio da violência armada, que ainda tem como partes fundamentais os grupos extremistas Estado Islâmico e Frente Conquista do Levante (ex-Frente Al Nusra), a população do país observou suas casas serem destruídas, os alimentos desaparecerem e os hospitais serem bombardeados.

No infográfico abaixo, EXAME.com compilou alguns dados sobre a tragédia que vem se desdobrando desde o início dessa guerra em 2011.

Infográfico sobre a guerra na Síria

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.