Guarda Costeira da Itália resgata 561 imigrantes no Mediterrâneo

A Médicos Sem Fronteiras informou que levará amanhã ao porto da cidade de Catania seis corpos recuperados nos últimos dias no mar

Roma - A Guarda Costeira da Itália informou nesta quinta-feira que realizou nas últimas horas o resgate de 561 imigrantes em sete operações de salvamento no Mar Mediterrâneo.

Em comunicado, o órgão confirmou que as ações foram coordenadas pela Central de Operações da Guarda Costeira em Roma, ligada ao Ministério de Infraestrutura e Transportes da Itália. Além dos imigrantes resgatados, as equipes encontraram uma pessoa morta.

Os resgatados estavam a bordo de duas lanchas pneumáticas e cinco barcaças. Eles foram auxiliados por embarcações da própria Guarda Costeira, da Marinha Militar da Itália e de duas ONGs.

Além disso, a organização Médicos Sem Fronteiras informou hoje que levará amanhã ao porto da cidade de Catania, na ilha da Sicília, seis corpos - de cinco mulheres e um homem - recuperados nos últimos dias no mar em operações similares.

A Organização Internacional para as Migrações afirmou no último dia 21 de abril que 43 mil imigrantes e refugiados chegaram à Europa pelo Mediterrâneo neste ano.

O número de mortos já ultrapassa 1.000, segundo o balanço do órgão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.