Grupos armados sírios criam organização militar unificada

Em comunicado, o novo corpo opositor, comandando pelo general Mohammed Hussein, disse que está disposto a acolher todas as organizações rebeldes armadas

Cairo- Vários grupos rebeldes, entre eles parte do Exército Livre Sírio (ELS), anunciaram nesta quinta-feira a formação do Exército Nacional Sírio (ENS), que pretende unificar a luta armada contra o regime de Bashar al Assad.

Em comunicado, o novo corpo opositor, comandando pelo general Mohammed Hussein, disse que está disposto a acolher todas as organizações rebeldes armadas, tanto militares como civis, sob um comando unificado e independente de correntes políticas.

A nota argumentou que no atual momento do conflito a oposição armada ao regime de Assad deixou de ter como função proteger os protestos pacíficos para assegurar a segurança dos cidadãos.

A criação do ENS foi decidida após reuniões realizadas na cidade turca de Antioquia nos dias 28 e 29 de agosto, e contaram com a participação da maioria dos grupos rebeldes.

O texto de criação do grupo criticou o ELS por ''não aglutinar todas as facções revolucionárias devido à ausência de uma visão militar operacional e estratégica completa e de um trabalho institucional organizado''.

A facção do ELS dentro da Síria, decidiu participar da nova organização, enquanto a seção liderada pelo coronel Riad al Assad e que tem sua base de operações na Turquia, perto da fronteira com a Síria, rejeitou fazer parte do ENS.

Esta parte do ELS expressou hoje ''reservas'' em relação ao comunicado da nova organização.

O subcomandante-em-chefe dessa seção do ELS, Malek Kurdi, disse à Agência Efe que os principais pontos de discórdia foram o nome do novo grupo, que segundo ele deveria se chamar Exército Livre Sírio, e a escolha dos dirigentes do ENS.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.